21 de maio de 2024

VICKYS SPORTS GASTROPUB

VICKYS SPORTS GASTROPUB FUTEBOL AO VIVO, GASTRONOMIA

Alunos de SP recebem orientação sobre documentos para inscrições do Enem e vestibulares

2 min read





A Secretaria de Educação do Estado também reforça a importância de os estudantes fazerem o registro da autodeclaração de raça e cor



A temporada de provas para ingresso no ensino superior pode estar longe, mas já é hora de organizar a documentação para a participação no Provão Paulista e para as inscrições nos principais vestibulares do país e no Enem.

Para apoiar os estudantes, a Secretaria de Educação do Estado de São Paulo (Seduc-SP) lançou uma campanha para incentivá-los a solicitar ou atualizar os mais requisitados. Na lista estão: certidão de nascimento, carteira de identidade, cadastro de pessoas físicas e título de eleitor.

A segunda via da certidão de nascimento e o cadastro de pessoas físicas, conhecido pela sigla CPF, podem ser emitidos pela internet. Já para a emissão da carteira de identidade, os estudantes de São Paulo podem agendar o serviço em um dos postos do Poupatempo. Já o título de eleitor pode ser emitido de forma gratuita pela internet no portal do Tribunal Superior Eleitoral. O documento é obrigatório para maiores de 18 anos.

Caso o participante não tenha o documento por motivo de extravio, perda, furto ou roubo, deve apresentar o boletim de ocorrência expedido por órgão policial há, no máximo, 90 dias antes da aplicação do exame ou inscrição.

Os estudantes também podem aproveitar este período para fazerem o registro da autodeclaração de raça e cor. “A campanha de autodeclaração, para além do movimento de qualificação dos dados relacionados à raça e cor dos estudantes presentes na rede estadual de ensino, também é uma ferramenta de valorização da diversidade étnico-racial presente nas escolas. Falar sobre a autodeclaração é possibilitar aos estudantes que digam como se reconhecem e discutam a construção identitária no ambiente escolar”, explica a diretora técnica do Centro de Inclusão Educacional da Secretaria da Educação, Pâmela Francelino.

Podem fazer a autodeclaração, jovens com mais de 16 anos, inclusive adultos matriculados na Educação para Jovens e Adultos (EJA). Já os alunos com 15 anos ou menos devem estar acompanhados dos pais ou responsáveis.

Siga o canal “Governo de São Paulo” no WhatsApp:
https://bit.ly/govspnozap

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *