21 de maio de 2024

VICKYS SPORTS GASTROPUB

VICKYS SPORTS GASTROPUB FUTEBOL AO VIVO, GASTRONOMIA

Agência Minas Gerais | Parceria resulta em atendimento integral a vítimas de violência doméstica em Varginha

2 min read

A população de Varginha, no Sul de Minas, agora conta com serviço intersetorial de assistência humanizada às vítimas de violência doméstica. Trata-se do Centro Integrado de Atendimento à Mulher (Ciam), inaugurado nesta quinta-feira (25/4), fruto de acordo de cooperação técnica entre a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG), a Prefeitura de Varginha e seu  Núcleo de Capacitação para a Paz (Nucap).

O Ciam funciona no bairro Vila Pinto, no mesmo endereço onde foi reinaugurada a Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam). A nova sede tem o objetivo de oferecer um ambiente seguro e acolhedor para as vítimas de violência de gênero. 

“Esse projeto representa um marco em nossa jornada rumo à construção de uma Polícia Civil mais inclusiva, sensível e comprometida com o combate à violência doméstica”, enfatizou o chefe do 6º Departamento da PCMG, delegado-geral Fernando Bettio, que reforçou o empenho da corporação na atuação integrada e harmoniosa com os demais órgãos.

O delegado-geral ainda elogiou a nova estrutura física da Deam. “Hoje podemos contar com uma unidade policial totalmente preparada para o atendimento da mulher em situação de violência, que proporciona, também, melhores condições de trabalho para cada policial civil e servidor administrativo que aqui prestam seu valoroso serviço”, pontuou Bettio.

Homenagem

Além de lidar com a investigação dos casos e proteção das vítimas, a equipe da unidade policial poderá realizar o encaminhamento da mulher aos serviços de assistência jurídica, psicológica e social, reunidos em um só local.

As diretrizes do Centro Integrado englobam integralidade de atendimento, respeito às diferenças, acolhimento, encaminhamento aos diferentes serviços e garantia do reconhecimento da mulher como pessoa de direitos. O Ciam leva o nome da varginhense Tayná Fabri Leão, vítima de feminicídio em maio de 2022.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *