21 de maio de 2024

VICKYS SPORTS GASTROPUB

VICKYS SPORTS GASTROPUB FUTEBOL AO VIVO, GASTRONOMIA

Aula de preservação e educação ambiental para alunos da rede municipal de Nova Iguaçu

2 min read

Aula de preservação e educação ambiental para alunos da rede municipal de Nova Iguaçu




Cerca de 450 alunos da Escola Municipal Roberto Fiorenzano Araujo, no bairro Geneciano, em Nova Iguaçu, tiveram um dia diferente. No projeto “SEMAM Vai à Escola”, da Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente, os estudantes têm aulas sobre conscientização e educação ambiental, com temas abordando diversos aspectos como agricultura, preservação e biodiversidade. 

 

Os alunos conheceram vários projetos, como o “Protetores Mirins”, que visa desenvolver uma aproximação maior com o meio ambiente, criando uma conscientização ambiental e estimulando a preservação e conservação dos recursos naturais e gestão adequada de resíduos sólidos. Eles ainda participaram de brincadeiras lúdicas e de uma oficina de reciclagem de bitucas, onde, com pinturas e colagem, trabalharam a importância do descarte final correto do resíduo.

 

Além disso, os estudantes aprenderam sobre animais peçonhentos, insetos e aves nativos da região, assim como é o trabalho de combate em situações de incêndio na mata dos agentes da Guarda Ambiental.

 

“O objetivo dessa atividade é aproximar mais os alunos do meio ambiente e mostrar para eles a importância e a responsabilidade que todos nós temos na preservação. Trouxemos as ferramentas utilizadas pela Guarda Ambiental no combate a um incêndio para que os alunos tenham esse contato, assim como o mapa da cidade, para que eles possam se reconhecer dentro da cidade”, afirmou a chefe de Educação Ambiental e agente da Guarda, Grazieli da Silva.

 

Representando a Empresa Municipal de Limpeza Urbana de Nova Iguaçu, Anna Clara Ramos levou até aos alunos uma oficina de reciclagem de bitucas, onde as crianças utilizaram uma massa celulósica para fazer um papel e pintar diversos desenhos.

 

“Elas aprendem que bituca de cigarro, que é um resíduo prejudicial a um meio ambiente é transformada numa coisa boa. Os alunos ficam curiosos e querem transformar isso em arte, pintando desenhos sobre o meio ambiente”, contou Anna.

 

O aluno Jhonatan Davi, de 9 anos, da Escola Municipal Roberto Fiorenzano Araujo, participou do trabalho de pintura e se encantou com o trabalho da Guarda durante combate a incêndios na mata.

“A natureza sofre quando tem fogo na mata. Eu fico triste ao ver a floresta toda machucada. Aprendi a usar a bomba costal para apagar o incêndio”, disse o menino.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *