20 de maio de 2024

VICKYS SPORTS GASTROPUB

VICKYS SPORTS GASTROPUB FUTEBOL AO VIVO, GASTRONOMIA

A caminho da universalização do esgoto, Iguatemi terá investimento de mais R$ 3,3 milhões em saneamento

2 min read

O município de Iguatemi está avançando cada vez mais em direção à universalização do esgoto, com um investimento adicional significativo de R$ 3,3 milhões em saneamento básico.

A ordem de serviço para este importante passo foi assinada pelo diretor-presidente da Sanesul, Renato Marcílio, em conjunto com o diretor de Engenharia e Meio Ambiente, Leopoldo Godoy do Espírito Santo, no último dia 2 de maio.

O foco desse investimento é a ampliação do Sistema de Esgotamento Sanitário, que inclui a instalação de uma ETE (Estação Elevatória de Esgoto Tratado), além de outras obras adicionais, todas elas de extrema importância para o saneamento da região.

O valor total desse investimento é de R$ 3.380.000,00 e a empreiteira responsável terá um prazo de 9 meses para concluir as obras, a partir da emissão da ordem de serviço.

É importante ressaltar que esses recursos são provenientes tanto da própria companhia de saneamento quanto do programa Avançar Cidades, refletindo o compromisso mútuo em garantir o acesso a um saneamento adequado para todos os cidadãos de Iguatemi.

Localizado a 461 quilômetros de Campo Grande, no Sudoeste de Mato Grosso do Sul, Iguatemi desempenha um papel fundamental como parceiro institucional da Sanesul, juntamente com os outros 67 municípios atendidos pela empresa.

Atualmente, com 61,75% da área de cobertura do esgotamento sanitário, o município está avançando rumo à universalização.

O presidente Renato Marcílio enfatizou a importância desse projeto para o desenvolvimento sustentável da região: “Este investimento é parte de nosso compromisso em melhorar a qualidade de vida dos moradores de Iguatemi, garantindo um ambiente mais saudável e digno para todos.”

Além disso, o dirigente destacou a estratégia do governador Eduardo Riedel e dele próprio em direção à universalização do saneamento em todo o estado de Mato Grosso do Sul.

Atualmente, o estado já conta com 62,62% da área de cobertura do esgoto, e o objetivo é tornar-se o primeiro estado brasileiro a atingir a universalização neste setor tão vital para a saúde pública e o desenvolvimento socioeconômico.

Comunicação Sanesul

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *