9 de agosto de 2022

VICKYS SPORTS GASTROPUB

VICKYS SPORTS GASTROPUB FUTEBOL AO VIVO, GASTRONOMIA

Alimentos agroecológicos são pauta de Projeto de Lei no Rio de Janeiro

2 min read

Rio de Janeiro, 24 de junho de 2022, por Priscila Lívia — Quer saber por que alimentos agroecológicos são pauta de Projeto de Lei no Rio de Janeiro? Entenda aqui no Diário Prime, a importância dessa ação. Confira nossa matéria e veja todos os detalhes da luta contra a fome no Rio de Janeiro.

Veja alimentos agroecológicos são pauta de Projeto de Lei no Rio de Janeiro: luta contra a fome

O Brasil é um país emergente. Sua economia depende da exportação de alimentos. Dessa forma, o Governo precisa importar a maioria dos insumos para manter a população. Entretanto, isso causa a desvalorização da agricultura familiar e aumenta a fome no país.

Projeto de Lei 4.278/21 apresentado pelo deputado Flávio Serafiri

Nesta quinta-feira, 23 de junho de 2022, o Projeto de Lei foi aprovado pela Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro. Assim, R$20 milhões serão destinados ao apoio da agricultura familiar uma vez por ano.

O projeto também contempla a geração de alimentos agroecológicos. Dessa forma, busca-se alcançar uma segurança alimentar para as pessoas. Além de proporcionar uma nutrição mais saudável e acessível a todos.

Se o governador Cláudio Castro sancionar a medida, sua gestão ficará nas mãos da Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária, Pesca e Abastecimento. Além desse órgão, a Câmara Técnica de Agricultura Orgânica e Agroecologia também participará.

Conscientização do combate à fome e sua importância para o mundo

Medidas como o Projeto de Lei 4.278/21 são fundamentais no combate à fome. No entanto, não basta apenas fornecer meios de produzir mais alimentos. É preciso, ainda, investir na conscientização de ações que devem ser adotadas por todos.

Vivemos em uma sociedade em que o consumismo é a regra. Entretanto, por mais que haja comida o bastante, o desperdício atrapalha. Afinal, as entidades que alimentam pessoas carentes sempre precisam de doações.

Uma vez que você note o quanto você compra e o quanto joga fora, fica fácil. Basta você passar a preparar menos alimentos e doar o que tiver a mais. Esta é apenas uma das medidas cabíveis à população em geral.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *